• denuncias
  • peticionamento
  • mov procedimentos
  • autenticidade de documentos
  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • liberdade sindical
  • meio ambiente
  • promocao igualdade
  • trabalho escravo
  • trabalho infantil
  • trabalho portuario
    • Greve dos trabalhadores do Pecém foi suspensa
    • TAC foi assinado etre o MPT e as empresas que organizam o Fortal
    • Trabalhadores protestaram enquanto a audiência era realizada
    • Prêmio Peteca 2014: inscrições até 15 de agosto
    • Após mediação do MPT, trabalhadores do Pecém suspendem greve
    • Fortal 2014: blocos firmam compromisso contra a exploração do trabalho infantil
    • Audiência no MPT: Prefeitura diz que vai realizar concurso de saúde ainda em 2014
    • Prêmio Peteca 2014: inscrições até 15 de agosto

    Após mediação do MPT, trabalhadores do Pecém suspendem greve

    Após seguidas audiência no Ministério Público do Trabalho no Ceará (MPT), os trabalhadores da Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP) decidiram, por maioria absoluta, retornar às atividades definitivamente. Em assembleia ocorrida na manhã desta segunda-feira, 21, em São Gonçalo do Amarante, os funcionários deliberaram pelo fim da greve, que durou mais de um mês.

     Imprimir 

    Fortal 2014: blocos firmam compromisso contra a exploração do trabalho infantil

    Foi firmado, nesta sexta-feira (18/7), entre o Ministério Público do Trabalho (MPT) no Ceará e sete empresas envolvidas no Fortal, um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) no qual os blocos comprometem-se a não explorar, nem permitir a exploração por terceiros, na sua atividade, de mão-de-obra de menores de 16 anos (em qualquer tipo de trabalho) ou de 18 anos (em atividades insalubres, perigosas e penosas ou no horário noturno, que vai das 22 horas às 5 horas do dia seguinte).

     Imprimir 

    Audiência no MPT: Prefeitura diz que vai realizar concurso de saúde ainda em 2014

    O município de Fortaleza conta atualmente com 3.196 trabalhadores em condições de contratação precária na área da saúde. São profissionais que recebem seus salários através de RPA (Recibo de Pagamento Autônomo) ou trabalham em empresas terceirizadas, mas em atividades consideradas fim, o que é contra a lei. Para regularizar a situação desses profissionais, o Ministério Público do Trabalho (MPT) e o Ministério Público Estadual estiveram reunidos em audiência nesta quinta-feira (17/7) com representantes da administração municipal de Fortaleza.

     Imprimir 

    Fiscalização no setor pesqueiro: Modelo cearense será levado para outras regionais do MPT

    “O seguro ajuda a gente com muita coisa: remédios para os meninos, comer e pagar alguma coisa que fica atrasada durante o ano. Se não fosse ele, nós tava (sic) mais frito ainda”. A declaração do pescador Antônio Ferreira da Silva representa bem o trabalho que o Ministério Público do Trabalho (MPT) no Ceará tem feito para garantir que o benefício do seguro desemprego para pescador (conhecido popularmente como seguro defeso) chegue a quem realmente tem direito.

     Imprimir 

    • banner pcdlegal
    • banner corrupcao
    • banner mptambiental
    • banner cnmp
    • banner radio
    • banner trabalholegal